- PUBLICIDADE -

Bolsonaro reforça política de não interferência nas decisões da Petrobras

Bolsonaro reforça política de não interferência nas decisões da Petrobras

- PUBLICIDADE -

“A gente não vai interferir na Petrobras, eu não tenho como interferir”, disse Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a falar que não vai interferir nas decisões da Petrobras sobre o preço de combustíveis.

Em entrevista a jornalistas no sábado (1º), Bolsonaro comemorou a redução recente do preço da gasolina nas refinarias:

“A gente não vai interferir na Petrobrás, eu não tenho como interferir. A minha interferência é demitindo ou não o presidente e seus diretores. Para que fazer isso aí? Eu confio no Castello Branco (presidente da estatal), indicado pelo Paulo Guedes, uma pessoa que está sendo ‘dez’ lá, no nosso entendimento.”

Para Bolsonaro, a estatal petrolífera levou em consideração “questões técnicas” para tomar a decisão de diminuir os preços dos combustíveis.

Em relação à ex-presidente Dilma Rousseff (PT), segundo o Estadão, o chefe do Executivo acrescentou:

“Eu não sou aquela outra candidata, ou melhor, presidente, de saia, como alguns tentaram pejorativamente me taxar. Não existe isso.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -