Português   English   Español

Bolsonaro refuta ataques de Alckmin em live no Facebook

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, conversa com seus eleitores na noite desta segunda-feira (01) no Facebook.

Em uma transmissão ao vivo através do seu perfil certificado no Facebook, Jair Bolsonaro (PSL) iniciou destacando a importância da quebra do sigilo de parte da delação de Antonio Palocci.

Ele também rebateu os ataques lançados pela campanha de Geraldo Alckmin, mesmo com o adversário estando internado após atentado.

Ao lado do seu filho, Flavio Bolsonaro, o candidato do PSL declarou:

Aproveitaram o momento em que eu estive no leito de morte para semear mentiras.

Bolsonaro aparentou um grande descontentamento com a estratégia utilizada pelo candidato tucano. O líder da pesquisas vem sendo duramente atacado pelo PSDB no programa eleitoral, mesmo com divergências  dentro do partido.

“Os oponentes aproveitaram estes 23 dias que tive dentro do hospital e semearam as mais variadas mentiras a meu respeito”, declarou o militar.

Logo em seguida, Bolsonaro demonstrou revolta com a notícia falsa propagada pela campanha de Alckmin sobre o fim do décimo terceiro.

‘O tempo todo o candidato do PSDB vive falando que eu vou acabar com o décimo terceiro. Mentira! Calhordas mentirosos! Eu nunca falei isso’, esbravejou.

E acrescentou:

Quem seria maluco de querer acabar com o décimo terceiro? Agora, Jaques Wagner, quando ministro do Trabalho de Lula lá atrás, propôs sim acabar com o décimo terceiro para as pequenas e micro empresas.

O deputado federal também criticou a forma como a campanha tucana explorou a notícia lançada pela jornalista Mônica Bergamo, da Folha, sobre o retorno da CPMF:

Senhor Geraldo Alckmin, quem criou a CPMF foi Fernando Henrique Cardoso, do PSDB. Foi o seu guru, foi o seu partido que criou a CPMF.

Bolsonaro continuou:

Eu votei contra a CPMF. Nós extinguimos a CPMF. Botar na minha conta que eu quero ressuscitar a CPMF é mais um ato de desespero e covardia.

Após rebater os décimo terceiro e CPMF, Bolsonaro passou a criticar Alckmin diretamente:

Um homem que foi por 16 anos governador teria tudo para sair na frente no seu Estado. O senhor perde pra mim no seu Estado. Um candidato sem tempo de televisão, sem fundo partidário, com quase toda mídia contra mim.

Aos 14 minutos da live, 175 mil pessoas estavam assistindo a live no Facebook. Um número impressionante para o padrão do Facebook.

O presidenciável garantiu que fará a mesma transmissão ao-vivo até a sexta-feira, dois dia antes do pleito.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter