- PUBLICIDADE -

Bolsonaro repudia narrativa sobre Amazônia ardendo em fogo

Bolsonaro repudia narrativa sobre Amazônia ardendo em fogo

"Somos criticados de forma injusta por parte de outros países", diz Bolsonaro.

- PUBLICIDADE -

O presidente da República, Jair Bolsonaro, apontou o interesse econômico de alguns países como razão das críticas internacionais em relação à Amazônia.

Durante videoconferência na II Cúpula Presidencial pela Amazônia, Bolsonaro declarou:

“Nós bem sabemos da importância dessa região para todos nós, bem como os interesses de muitos países outros nessa região. Também sabemos o quanto somos criticados de forma injusta por parte de outros países do mundo. Nós, com perseverança, com determinação e com verdade, devemos resistir.”

E, segundo O Globo, acrescentou:

“Julho desse ano, levando em conta julho do ano passado, nós registramos uma diminuição de 28% no desmatamento ou queimadas a região. Mesmo assim, ainda continuamos sendo criticados. Afinal de contas, o Brasil é uma potência no agronegócio. Ameaças existem sobre nós o tempo todo. E, lamentavelmente, alguns poucos brasileiros trabalham contra nós nessa questão.”

O chefe do Executivo completou:

“Por exemplo, entre as regiões de Boa Vista e Manaus, aproximadamente 600 quilos, eles não encontrarão nenhum foco de incêndio, nenhum quarto de hectare desmatado, porque essa floresta é preservada por si só. Até mesmo pela sua pujança, bem como por ser floresta úmida, como em grande parte (da região) dos senhores, não pega fogo. Então essa história de que a Amazônia arde em fogo é uma mentira. E nós devemos combater isso com números verdadeiros. É o que estamos fazendo aqui no Brasil.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -