Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Bolsonaro revoga portaria que previa rastreamento e identificação de armas

‘Muito mais fantasia’, diz Bolsonaro sobre coronavírus
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

A portaria determinava maior controle sobre armas e munições, o oposto do que defende Bolsonaro e seu entorno.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, revogou portarias do Comando Logístico (Colog) de março de 2020 que tratam de um mais rígido rastreamento, identificação e marcação de armas e munições. 

O chefe do Executivo afirmou, nesta sexta-feira (17), que a medida foi tomada por não seguir suas diretrizes em decretos.

Em mensagem no Twitter, Bolsonaro declarou:

“Determinei a revogação das Portarias COLOG Nº 46, 60 e 61, de março de 2020, que tratam do rastreamento, identificação e marcação de armas, munições e demais produtos controlados por não se adequarem às minhas diretrizes definidas em decretos.”

O deputado federal Eduardo Bolsonaro apoiou a decisão do pai e deu maiores explicações:

“Atiradores e CACs sempre apoiaram Bolsonaro para que tenhamos pela primeira vez um Presidente não desarmamentista. É inadmissível que a Colog faça portarias restringindo a importação. A quem isso interessa? Certamente não ao Presidente, que determinou a revogação destas portarias. Mais medidas virão.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários