Bolsonaro diz que tiros em ônibus partiram dos próprios petistas

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ), pré-candidato à Presidência, negou que tenha incentivado ataques à caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sugeriu que os tiros que atingiram dois ônibus da comitiva teriam partido dos próprios petistas.

Bolsonaro declarou no fim da quarta-feira (28) em Ponta Grossa (PR):

É tudo mentira. Está na cara que alguém deles deu os tiros. A perícia deverá ficar pronta entre hoje (28) e amanhã (29) e vai apontar a verdade.

Não foi a única menção do presidenciável do PSL ao episódio. Pela manhã, logo depois de desembarcar no aeroporto de Curitiba, Bolsonaro já havia ironizado os ataques:

Lula quis transformar o Brasil num galinheiro, agora está por aí colhendo ovos por onde passa.

O deputado federal também disse estar pensando entrar com processo contra o Partido dos Trabalhadores (PT) por acusações infundadas contra sua pessoa.

Com informações de: [EM]

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.