Português   English   Español
Português   English   Español

Bolsonaro vai ‘denunciar e revogar’ pacto migratório da ONU

Bolsonaro vai 'denunciar e revogar' pacto migratório da ONU
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O presidente eleito afirmou nesta terça-feira (18) que vai “denunciar e revogar” o Pacto Global pela Migração, firmado na semana passada, em Marraquexe, no Marrocos, por cerca de 160 países, incluindo o Brasil.

Na ocasião, Jair Bolsonaro já havia criticado a decisão do atual ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, mas não havia dito que retiraria o Brasil do acordo internacional.

No entanto, em transmissão ao vivo pelo Facebook na noite desta terça-feira (18), o presidente eleito confirmou que o País não continuará no pacto da ONU. Segundo informações da agência “EBC“, ele afirmou:

Infelizmente, o Brasil, com o atual ministro de Relações Exteriores, assinou o pacto. (…) Tem de ter critério rigoroso para entrar no Brasil. Vamos denunciar e revogar esse pacto pela migração.

Bolsonaro citou a França como exemplo de país que estaria sofrendo com a entrada de imigrantes:

Acho que todos estão vendo o que está havendo na França. Está insuportável viver em alguns locais. Os que foram pra lá, o povo francês acolheu, mas essa gente não abandona suas raízes, seus direitos lá de trás e seus privilégios. A França está sofrendo. Nós não queremos isso para o Brasil.

Apesar de o presidente eleito não ter dito, no caso da França, a qual grupo étnico ou religioso se referia, é possível imaginar que ele estava falando dos muçulmanos.

Ao longo dos últimos anos, a França foi um dos vários países da Europa que abriram suas portas para milhares de imigrantes ilegais do Oriente Médio, adicionando uma grande quantidade de extremistas islâmicos no seu quadro social.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...