Português   English   Español

Bolsonaro vence novamente na Justiça no caso dos quilombolas

Bolsonaro vence mais uma vez na Justiça no caso dos quilombolas

A 8ª Turma do TRF-2 julgou improcedente o pedido do Ministério Público Federal (MPF), em ação civil pública, para condenar Jair Bolsonaro por declarações sobre quilombolas.

O MPF exigia reparação por danos morais supostamente sofridos por comunidade quilombola em razão da declaração de Jair Bolsonaro em palestra no Clube Hebraica, no Rio de Janeiro.

O Antagonista obteve a decisão do TRF-2, que, por unanimidade, julgou improcedente o pedido do Ministério Público para condenar o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) por racismo em razão de declaração sobre quilombolas.

O desembargador federal Marcelo Pereira da Silva, relator do caso, seguiu a mesma linha de Alexandre de Moraes no voto que desempatou o placar na Primeira Turma do STF a favor de Bolsonaro e, portanto, pela rejeição da denúncia de racismo feita pela PGR Raquel Dodge.

Segundo informações da Renova Mídia:

Durante a sua explanação, Moraes disse não ter “nenhuma dúvida sobre a grosseria, à vulgaridade quanto aos quilombolas”. O ministro também falou em “total desconhecimento da realidade dos quilombolas” por parte do deputado federal.

No entanto, apesar de discordar das declarações de Jair Bolsonaro, o ministro Alexandre de Moraes não acredita que “a conduta do denunciado tenha extrapolado para um discurso de ódio ou incitação ao racismo”.

Flavio Bolsonaro, filho do presidenciável do PSL, festejou no Twitter:

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Assine nossa newsletter...

Inscreva seu e-mail para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Fique tranquilo(a), assim como você, odiamos spam :) Você poderá remover seu e-mail a qualquer momento.

Deixe seu comentário...

Veja também...