- PUBLICIDADE -

Bolsonaro veta trecho de MP que pressionava Anvisa por vacinas

Jair Bolsonaro participa de videoconferencia com lideres do G20
Imagem: Marcos Corrêa/PR

A agência tem sido pressionada por parlamentares e empresários para liberar a vacina.

- PUBLICIDADE -

O presidente da República, Jair Bolsonaro, vetou trecho de Medida Provisória que dava prazo de 5 dias para a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovar o uso emergencial de vacinas contra o coronavírus.

A informação foi confirmada pela Secretaria-Geral da Presidência. 

De acordo com a secretaria, o veto do presidente Bolsonaro ocorreu “após a manifestação técnica dos ministérios envolvidos” e para “adequação à constitucionalidade e ao interesse público da propositura”.

O Congresso, agora, poderá manter ou derrubar o veto do chefe do Executivo.

Esse foi um dos vetos feitos à MP, sancionada pelo presidente Bolsonaro, que autoriza o governo do Brasil a aderir a Covax Facility, uma aliança internacional organizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para aquisição de vacinas. 

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -