PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

‘Bom técnico’, diz Mandetta sobre diretor alvo de denúncia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Mandetta disse que Roberto Dias foi uma indicação técnica feita no começo do governo.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Na noite desta terça-feira (29), o jornal Folha de S.Paulo publicou uma reportagem com uma denúncia contra o diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias.

Roberto Dias foi acusado por Luiz Paulo Dominguetti Pereira, representante da empresa de vacinas Davati Medical Supply, de ter pedido de propina de US$ 1 por dose da vacina da AstraZeneca contra a Covid-19.

No texto, a jornalista Constança Rezende diz que Roberto Dias foi indicado ao cargo no Ministério da Saúde pelo líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP).

No entanto, como noticiou a Renova, a informação está errada.

O diretor de Logística foi indicado ao ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, em 2019, pelo ex-deputado Abelardo Lupion, do DEM.

A informação foi confirmada por Mandetta, ainda na noite de hoje, ao jornalista Guilherme Amado, no site Metrópoles.

Mandetta disse que Roberto Dias foi uma indicação técnica feita no começo do governo para tirar de áreas sensíveis do ministério indicados do PP, que é o partido de Barros:

A entrada dele foi eminentemente técnica e ele era um bom técnico. Agora, se ele foi mantido, com todos os diretores tendo sido trocados, não posso assegurar por quê e sob apadrinhamento de quem”, afirmou Mandetta.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.