Português   English   Español

Bono condena protestos da direita alemã contra Angela Merkel

Bono-and-Merkel-710793

Durante show em Berlim, o vocalista do U2 criticou os protestos da direita no leste da Alemanha contra a política de fronteiras abertas da chanceler Angela Merkel.

“Essas pessoas não pertencem à Europa e a este país”, afirmou o cantor da banda de rock irlandesa U2.

A cidade de Chemnitz tem vivido desde o último fim de semana sob um clima de crescente tensão, após seguidas manifestações no centro da cidade, convocadas por grupos de direita.

Os protestos na Alemanha explodiram após o assassinato de um cidadão alemão por dois imigrantes ilegais. Milhares de manifestantes saíram às ruas pedindo o fim da política migratória de fronteiras abertas.

Polícia da Alemanha criticada por revelar nacionalidade de criminosos

Novos atos foram agendados para este sábado (01).

Já pela manhã, centenas de pessoas se aglomeraram no centro da cidade, respondendo à convocação de grupos de esquerda e partidos políticos para eventos de protesto contra xenofobia e racismo.

O movimento populista de direita Pro Chemnitz convocou uma manifestação para a tarde, a ser seguida por uma passeata conjunta do partido populista de direita AfD e do movimento anti-islâmico Pegida.

Direita da Alemanha mobilizada contra Angela Merkel

Adaptado da fonte DW

Deixe seu comentário

Veja também...