Braço direito de Bolsonaro propõe extinção das torcidas organizadas

Idiomas:

Português   English   Español
Braço direito de Bolsonaro propõe extinção das torcidas organizadas
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Major Olímpio, senador eleito com mais de nove milhões de votos em São Paulo, propõe a extinção das torcidas organizadas.


O deputado federal do PSL, que ocupará a cadeira no Senado a partir de 2019, é autor do projeto de lei 1587/2015 que tramita na Câmara desde 2015.

A proposta basicamente é revogar os artigos que dão direito de existência às torcidas organizadas previsto no Estatuto de Defesa do Torcedor, além da criação de novos grupos.

Em entrevista à Folha após vencer a eleição para o Senado, Major Olímpio disse que irá prosseguir com o projeto.

Atualmente o Estatuto sanciona a legalidade e prevê que as facções que promoverem tumulto, praticar ou incitar violência corre risco de punição de até três anos aos eventos esportivos. Os atos também englobam danos causados dentro das arenas, imediações ou no trajeto até as praças esportivas.

Na justificativa do projeto, o Major Olímpio declarou:

Até quando permitiremos a existência de torcidas organizadas, o que mais falta acontecer? Mais mortes de crianças, jovens e adultos? Algum jogador morto? A situação chegou a um patamar absolutamente insustentável, ir ao estádio ver seu time jogar tornou-se sinônimo de preocupação, torcidas organizadas de mesmos times não podem mais misturar-se sob o risco de agressões mútuas. Não podemos admitir que uma pequena minoria estrague a alegria de muitos e manchem as histórias dos esportes.

 

Adaptado da fonte Gazeta do Povo

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...