Português   English   Español

Braço direito de Moro é outro da ‘República de Curitiba’ no governo Bolsonaro

Luiz Pontel será o secretário-executivo do Ministério da Justiça. Ele foi o responsável pela prisão de Youssef no caso Banestado.

Luiz Pontel de Souza foi indicado nesta terça-feira (4) pelo futuro ministro da Justiça, Sergio Moro, para a Secretaria Executiva da pasta, registra o portal “R7“.

Pontel foi o responsável pela operação que prendeu o doleiro Alberto Youssef pela primeira vez no Paraná, em 2003, na investigação do caso Banestado.

Delegado da Polícia Federal, Pontel será o número dois de Moro.

Ele não é primeiro nome do super ministério ligado diretamente à “República de Curitiba”, que é como ficou conhecido o trabalho coordenado de juízes, policiais federais e procuradores do Paraná que desvendou grandes esquemas de corrupção do País.

Além de Pontel, já foram indicados por Moro da “República de Curitiba” a delegada Erika Marena, da força-tarefa da Lava Jato, para trabalhar na transição, Rosalvo Ferreira Franco, ex-superintendente da Polícia Federal no Paraná, para a Secretaria de Operações Policiais Integradas e o atual superintendente da PF no Paraná, Marcelo Valeixo, para o comando nacional da PF.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter