Português   English   Español

Brasil abre 137.336 vagas formais de trabalho em setembro

Brasil abre 137.336 vagas formais de trabalho em setembro

O Brasil registrou criação líquida de 137.336 vagas formais de emprego em setembro, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado nesta segunda-feira (22) pelo Ministério do Trabalho.

É o desempenho mais forte para o mês de setembro desde 2013. No acumulado dos nove primeiros meses do ano, houve criação líquida de 719.089 vagas, informou o Caged.

A um trimestre do fim de 2018, o retrato se distancia do observado nos últimos três anos, quando o governo contabilizou mais demissões que contratações, sob os efeitos da dura recessão econômica que atingiu o país.

Em 2015, houve o fechamento de 1,535 milhão de vagas, número que caiu a 1,327 milhão em 2016. No ano passado, a melhora foi significativa, mas o saldo final seguiu negativo, com fechamento de 13.329 postos.

Dos oito setores pesquisados em setembro, sete tiveram performance positiva, com destaque para o de serviços, que abriu 60.961 postos. Em seguida vieram indústria da transformação (+37.449), comércio (+26.685) e construção civil (+12.481).

A agropecuária foi o único setor no vermelho, com fechamento de 2.688 postos de trabalho no mês.

Em relação às possibilidades abertas pelas novas leis trabalhistas, o Brasil criou 4.281 postos de trabalho intermitente e 1.974 empregos em regime de tempo parcial em setembro, sempre considerando o saldo líquido.

No mesmo período, foram registradas 13.019 demissões mediante acordo entre empregador e empregado.

A taxa de desemprego no Brasil caiu pela quinta vez seguida no trimestre até agosto, a 12,1 por cento, de acordo com os dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Contudo, o fraco ritmo da economia continuava a criar apreensão, com a marca das pessoas que desistiram de procurar uma recolocação chegando a 4,754 milhões no período.

 

Adaptado da fonte Reuters

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe seu comentário

Veja também...