Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Brasil apresenta plano de vacinação contra o coronavírus

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2020/12/butantan-e-governo-conversam-mas-nao-se-entendem-sobre-coronavac.shtml ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Folha faz na qualidade de seu jornalismo. Se precisa copiar trecho de texto da Folha para uso privado, por favor logue-se como assinante ou cadastrado.
COMPARTILHE

Governo anunciou a intenção de comprar todas as vacinas autorizadas pela Anvisa.

O governo do Brasil lançou, nesta quarta-feira (16), o Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra o coronavírus

O plano foi apresentado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e pelo ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello

Ficou definido que a vacinação contra a Covid-19 começará pelos grupos prioritários, mas ainda não há data confirmada. 

Os grupos prioritários devem ser vacinados em até quatro meses. Em seguida, terá início a imunização da população em geral. A duração prevista é de 12 meses.  

Dessa forma, todos os brasileiros devem receber a vacina em até 16 meses. 

Brasil estuda relacao entre vacina BCG e o novo coronavirus
Imagem: Pedro Hamdan/SAÚDE é Vital

Já foram adquiridas 300 milhões de doses de imunizantes contra o coronavírus: 

100,4 milhões de doses são da Fiocruz/AstraZeneca disponíveis até julho de 2021. A parceria prevê também 30 milhões de doses mensais no segundo semestre. 

Há ainda 42,5 milhões de doses disponibilizadas pela aliança global Covax Facility

Outras 70 milhões podem ser fornecidas pela Pfizer — o acordo ainda está sendo negociado. 

Além dessas, o governo anunciou a intenção de comprar todas as vacinas autorizadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).  

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE