Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Brasil apresenta projeto de desestatizações a representantes dos EUA

Brasil vai aderir a programa de investimentos dos EUA
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

Encontro serviu para o MInfra estreitar relações com possíveis investidores norte-americanos.

Por videoconferência, o secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni, se reuniu, na última terça-feira (26), com representantes da Embaixada dos Estados Unidos.

A reunião teve como foco a apresentação dos ativos que compõem o projeto de concessão do Ministério da Infraestrutura: arrendamentos de terminais públicos, de terminais de uso privado e desestatizações.

Piloni avaliou:

“Sabemos da nossa missão em promover o que acontece aqui no Brasil às empresas americanas e esse relacionamento com a embaixada é de extrema importância.”

Em 2021, estão previstos os arrendamentos de 22 terminais públicos: 8 no primeiro semestre e 14 na segunda metade do ano, totalizando investimentos no setor de R$ 3,5 bilhões. Entre eles, os terminais STS08 e STS08A (combustível), no Porto de Santos, apontados como a maior licitação portuária realizada nos últimos 15 anos.

Além disso, o MInfra planeja a concessão de mais 57 Terminais de Uso Privado (TUPs) até o final de 2022, com mais de R$ 23 bilhões de investimentos.

Quanto às desestatizações, já está em andamento o processo da CODESA (Companhia Docas do Espírito Santo), com leilão planejado para ocorrer no fim do ano. Também já estão planejadas as privatizações dos portos de Santos, São Sebastião e Itajaí.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários