Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Brasil arrecada quase R$ 2 milhões em leilões de bens do tráfico

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Sergio Moro visa endurecimento da regra para prisão por corrupção

Moro tenta sufocar o setor financeiro das facções criminosas, inclusive por meio do confisco patrimonial.

O governo do Brasil fechou, na última quarta-feira (29), a primeira etapa de leilões de bens confiscados do tráfico.

A expectativa de arrecadação, que era de R$ 400 mil, foi totalmente superada, com o país acumulando quase R$ 2 milhões.

A informação foi confirmada pela secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), braço do Ministério da Justiça e Segurança Pública, como noticiou o jornal Gazeta do Povo.

Os leilões fazem parte da estratégia do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, para sufocar o setor financeiro das facções criminosas, inclusive por meio do confisco patrimonial.

Agora, por meio do “Projeto Check In, os policiais devem informar à Senad os dados referentes aos itens apreendidos, para que sejam localizados e, assim, disponibilizados aos leilões.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email