Brasil arrecada R$ 3,3 bilhões em leilão de 22 aeroportos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Este foi o segundo leilão de aeroportos realizado durante o governo Bolsonaro.

O governo Jair Bolsonaro arrecadou R$ 3,3 bilhões, nesta quarta-feira (7), com o leilão para a concessão de 22 aeroportos.

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, o ágio médio foi de 3.822%.

Este valor representa uma arrecadação R$ 3,1 bilhões acima do mínimo fixado pelo edital para o valor de contribuição inicial — que era de R$ 186,2 milhões.

Além do valor à vista, as regras definidas no leilão preveem uma outorga variável, a ser paga a partir do quinto ano de contrato. 

O investimento total nos 22 aeroportos em um período de 30 anos deve ser de R$ 6,1 bilhões:

  • R$ 2,8 bilhões no bloco Sul;
  • R$ 1,8 bilhão no bloco Central;
  • R$ 1,4 bilhão no bloco Norte. 

Ao todo, sete concorrentes participaram da disputa. 

O grande vencedor foi o consórcio Companhia de Participações em Concessões, subsidiária da CCR, que levou os blocos Sul e Central.

A Vinci, que já é administradora do aeroporto de Salvador, foi a vencedora do bloco Norte.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.