Português   English   Español
Português   English   Español

Brasil avalia usar médicos recém-formados do Fies no lugar de cubanos

Brasil avalia usar médicos recém-formados do Fies no lugar de cubanos
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Medida já estava em estudo nos últimos meses e ganhou força após a ditadura de Cuba anunciar a saída do Mais Médicos.

O Ministério da Saúde estuda propor à equipe de transição para o governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro, medidas para ampliar a participação de brasileiros no programa Mais Médicos.

Entre elas, está a participação de alunos recém-formados que fazem parte do Fies (Programa de Financiamento Estudantil).

A medida, que já estava em estudo nos últimos meses, ganhou força nesta quarta-feira (14) após a ditadura de Cuba anunciar o fim da parceria para envio de médicos ao programa.

Em nota divulgada pela ditadura cubana, a decisão é atribuída a questionamentos feitos pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, à qualificação dos médicos de Cuba e ao seu projeto de modificar o acordo, exigindo revalidação de diplomas no Brasil e contratação individual, segundo informações da Renova Mídia.

Adaptado da fonte Gazeta do Povo

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!