Brasil cobra moderação da ditadura de Nicolás Maduro

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O Ministério das Relações Exteriores brasileiro divulgou nota nesta quarta-feira (20) cobrando moderação ao ditador venezuelano, Nicolás Maduro.

O comunicado afirma que o governo brasileiro teve conhecimento, “com grande preocupação”, de informações segundo as quais a ditadura da Venezuela “tencionaria vincular María Corina Machado, uma das mais combativas lideranças oposicionistas naquele país, a um suposto atentado de um grupo de militares contra o presidente Nicolás Maduro ou militar de alta patente”.

Na curta nota, o Itamaraty reitera sua “mais firme condenação a todas as formas de violência política na Venezuela ou em qualquer outro país”.

A Venezuela passa por profunda crise político-econômica, agravada pela fraudulenta reeleição de Maduro em maio deste ano, em votação altamente criticada dentro e fora do país.

Em reunião do Mercosul em Assunção na segunda-feira, o presidente Michel Temer disse que o Brasil está atento a “eventual deterioração humanística” da situação na Venezuela.

 

Com informações de Reuters Brasil

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.