Brasil cobra moderação da ditadura de Nicolás Maduro

O Ministério das Relações Exteriores brasileiro divulgou nota nesta quarta-feira (20) cobrando moderação ao ditador venezuelano, Nicolás Maduro.

O comunicado afirma que o governo brasileiro teve conhecimento, “com grande preocupação”, de informações segundo as quais a ditadura da Venezuela “tencionaria vincular María Corina Machado, uma das mais combativas lideranças oposicionistas naquele país, a um suposto atentado de um grupo de militares contra o presidente Nicolás Maduro ou militar de alta patente”.

Na curta nota, o Itamaraty reitera sua “mais firme condenação a todas as formas de violência política na Venezuela ou em qualquer outro país”.

A Venezuela passa por profunda crise político-econômica, agravada pela fraudulenta reeleição de Maduro em maio deste ano, em votação altamente criticada dentro e fora do país.

Em reunião do Mercosul em Assunção na segunda-feira, o presidente Michel Temer disse que o Brasil está atento a “eventual deterioração humanística” da situação na Venezuela.

 

Com informações de Reuters Brasil
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia