PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Brasil e Colômbia exortam Venezuela a aceitar ajuda humanitária

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Os presidentes de Brasil e Colômbia defenderam nesta terça-feira (20) a “pacificação política” da Venezuela e pediram para a ditadura de Nicolás Maduro aceitar a ajuda humanitária oferecida por vários países para enfrentar a escassez de produtos básicos.

O presidente Michel Temer afirmou, durante ato em Brasília ao lado de seu contraparte colombiano, Juan Manuel Santos:

O que queremos é a pacificação política na Venezuela, democracia plena nas eleições e não agressão aos que se opõem ao regime.

O presidente da Colômbia acrescentou:

Fazemos novamente um chamado ao presidente Maduro para que aceite a ajuda humanitária que vários países, entre eles Brasil e Colômbia, lhe oferecemos. Não entendemos porque recusam esse tipo de ajuda, quando a crise humanitária de que padece o povo venezuelano se agrava dia a dia.

Pelo menos 550.000 refugiados da Venezuela fugiram para a Colômbia. Mas, este número já pode ser bem maior e deve superar a casa de um milhão até junho, segundo as autoridades.

Outros 40.000 foram para o Brasil, deixando Boa Vista, capital de Roraima, à beira do colapso e obrigando o governo federal a duplicar a presença de miliares na fronteira como parte de um plano de acolhida para o fluxo de pessoas.

 

Com informações de: [IstoÉ]

RENOVA Mídia precisa do seu apoio para continuar em funcionamento. Conheça nossa história e faça sua doação (boletou ou cartão) através da plataforma ApoiaSe. Clique AQUI e faça sua parte.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.