Português   English   Español

Brasil diz que negociação com Paraguai sobre Itaipu não foi secreta

Brasil diz que negociação com Paraguai sobre Itaipu não foi secreta
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

“Diferentemente do que tem sido divulgado, todo o processo de negociação que resultou na assinatura da Ata Bilateral não foi secreto”, afirmou o governo Bolsonaro.


Os ministérios de Minas e Energia e das Relações Exteriores divulgaram, nesta sexta-feira (9), nota conjunta destacando que a negociação do contrato com o governo do Paraguai envolvendo a Usina Hidrelétrica de Itaipu não foi secreto.

A ata bilateral do acordo para a negociação de energia elétrica produzida por Itaipu, no período de 2019 a 2022, foi cancelada após a divulgação das condições do acordo ter gerado uma crise política no país vizinho.

Em nota divulgada no final da tarde desta sexta-feira, os ministérios afirmaram:

“Diferentemente do que tem sido divulgado, todo o processo de negociação que resultou na assinatura da Ata Bilateral não foi secreto. Em todas as reuniões houve a participação dos representantes dos Ministérios das Relações Exteriores de ambos os países, da Eletrobras, da Ande e da Itaipu Binacional.”

Segundo a nota do Ministério de Minas e Energia e do Itamaraty, a negociação visava a corrigir uma “defasagem histórica” na contratação da energia de Itaipu por parte da Ande.

Segundo a agência EBC, o texto acrescenta:

“Considerando que a contratação pela Ande não tem acompanhado o alto crescimento de sua demanda de energia, a Ata Bilateral buscou reequilibrar esta relação, de modo que cada parte pague pela energia que efetivamente consome.”

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on reddit
Share on linkedin
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...