Brasil e Arábia Saudita se aproximam no campo de defesa militar

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Uma missão da Arábia Saudita chegou ao Brasil interessada na compra de cargueiros KC-390 fabricados pela Embraer.


A visita é resultado do esforço do Grupo Parlamentar Brasil-Arábia Saudita, criado no início deste mês, para aproximar os dois países no campo de defesa militar.

O KC-390 é o maior avião produzido na América e foi concebido como um jato militar de transporte, anunciado pela primeira vez na edição de 2007 da Latin America Aero & Defence (LAAD), no Rio de Janeiro.

A produção do avião, com capacidade para 23 toneladas de carga, envolve parcerias com fornecedores de peças de Argentina, Portugal e República Tcheca. Com um custo unitário de US$ 85 milhões, o KC-390, em fase final de testes, tem recebido propostas de compra de vários países.

A compra do cargueiro, porém, é apenas um detalhe na exportação brasileira de armamentos não só para a Arábia Saudita, como também para vários países do Oriente Médio e do Norte da África. Entre os produtos fabricados no Brasil exportados para os árabes estariam armas leves, fuzis, artilharia, mísseis terra-terra e terra-ar, entre outros.

Os números envolvendo exportação de armamento brasileiro são sigilosos e não podem ser acessados sequer pela Lei de Acesso à Informação, sob a alegação das Forças Armadas de que se trata de assunto de segurança nacional.

 

Com informações de: [Sputnik]

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...