Brasil inaugura 1ª parte da maior estrutura científica do país

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O governo inaugurou nesta quarta-feira (14) a primeira parte do laboratório Sirius –maior estrutura de pesquisa científica do Brasil.

O centro, que inclui um acelerador de partículas, custou R$ 1,8 bilhão e é ligado ao CNPEM (Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais).

A estrutura será uma das mais modernas do mundo. O primeiro teste do ultra-aparelho será realizado nesta quarta-feira (14), mas a estrutura só estará disponível para utilização dos pesquisadores a partir do segundo semestre de 2019.

Estima-se que a conclusão do laboratório, com operação de 13 linhas, será em 2020.

O Sirius sucederá um acelerador de partículas utilizado há 30 anos no LNLS (Laboratório Nacional de Luz Síncrotron).

Um exemplo da diferença entre as duas tecnologias, é a duração de experimentos semelhantes realizados em 1 e outro. Algumas experiências que geralmente duravam 10 horas agora poderão ser realizados em 10 segundos.

 

Adaptado da fonte Poder360

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.