Brasil integra grupo da OEA sobre crise na Nicarágua

A nação latino-americana vive há quase quatro meses em um clima generalizado de conflito. Protestos diários são reprimidos com violência pelas forças do regime de Daniel Ortega.

Um grupo de trabalho formado por representantes de 12 países foi designado pela Organização dos Estados Americanos (OEA) para buscar o diálogo nacional e soluções para a crise na Nicarágua.

Há quase quatro meses, o país vive em clima de conflito. São protestos diários, violência e repressão. A estimativa é de que mais de 300 pessoas, incluindo crianças e mulheres, morreram.

Representantes do Brasil integrarão o grupo de trabalho, ao lado de nomes dos seguintes países: Argentina, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Estados Unidos, Guiana, México, Panamá e Peru.

O anúncio foi feito durante um Conselho Permanente da OEA, em Washington (EUA), pela embaixadora da Costa Rica na organização, Rita María Hernández.

 

Com informações da Metrópoles
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia