- PUBLICIDADE -

Brasil manterá leilão de blocos de petróleo para 2º semestre de 2020

Petrobras prevê investir US$ 47 bilhões para impulsionar produção
- PUBLICIDADE -

Governo decidiu manter o calendário do leilão, previsto para o segundo semestre de 2020.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou, nesta quinta-feira (23), que o governo Jair Bolsonaro manterá o leilão de blocos de petróleo para o 2º semestre de 2020. 

Albuquerque afirmou que o governo foi informado do interesse de empresas em participar da rodada de oferta permanente de blocos de petróleo.

Em entrevista à imprensa, o ministro declarou:

“No que diz respeito aos leilões, essa crise fez com que adiássemos os leilões (de blocos de petróleo) da 7ª (pré-sal) e da 17ª rodada (pós-sal). Estamos mantendo o da oferta permanente para o segundo semestre tendo em vista que agentes do setor manifestaram interesse para que ele fosse realizado.”

E, segundo o jornal Estadão, acrescentou:

“Estamos nos preparando para a retomada, vamos retomar os leilões, só não posso dizer quando eles serão retomados.”

Bento Albuquerque completou:

“Já tivemos notícias também que alguns outros agentes do setor de petróleo vão manter os investimentos que estavam previstos, até porque os investimentos em petróleo e gás são de longo prazo. Isso é estudado caso a caso.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -