Brasil tem menor inflação desde 1998

Idiomas:

Português   English   Español
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

IPCA fechou 2017 em 2,95%, menor taxa desde 1998, e fica abaixo do piso da meta do Banco Central pela primeira vez. Índice foi influenciado especialmente pelas despesas com habitação, saúde e transporte.


O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial do país, fechou em 2017 com alta acumulada de 2,95% – resultado 3,34 pontos percentuais abaixo dos 6,29% de 2016. Este é o menor número desde a taxa de 1998, quando o acumulado ficou em 1,65%.

Foi também a primeira vez que o índice ficou abaixo do piso da meta do Banco Central (BC), de 3%. O centro da meta do BC é de 4,5%, com margem de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (10/01) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e indicam que, em dezembro, o IPCA fechou em 0,44%, ficando 0,16 ponto percentual acima do resultado de novembro (0,28%). Essa foi a maior variação mensal de 2017. Em 2016, o IPCA de dezembro atingiu 0,3%.

O índice de 2017 foi influenciado, especialmente, pelas despesas com produtos e serviços dos grupos Habitação (com alta de 6,26%), Saúde e Cuidados Pessoais (6,52%) e Transportes (4,10%). Estes três grupos representaram 2,45 pontos percentuais, sendo responsáveis por 83% da taxa.

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

 

Com informações de: (1)

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...