- PUBLICIDADE -

Brasil monitora avanço da variante indiana do coronavírus

- PUBLICIDADE -

Ministro apontou para possível “efeito de uma variante” no Brasil.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou, nesta quarta-feira (26), que a sua pasta está realizando o monitoramento de casos da variante indiana do coronavírus no Brasil.

Queiroga apontou que a “tendência de queda de óbitos” por Covid-19 pode estar sendo motivada pela presença de uma nova cepa no país.

De acordo com a Agência Brasil, o Instituto Adolfo Lutz identificou um caso da variante indiana da Covid-19, a B.1.617.2, em São Paulo

Este é o segundo caso da variante registrado em território brasileiro. O primeiro foi confirmado, na última quinta-feira (20), no Maranhão

Queiroga declarou:

“Então essa diminuição de queda [de casos] em alguns locais pode refletir isso [flexibilização das medidas de bloqueio], mas também pode ser efeito de uma variante, por exemplo. Não temos essa resposta ainda. O Ministério da Saúde fica vigilante para que possa se orientar. E vamos trabalhar juntos para que se possa evitar essa terceira onda.”

Queiroga disse que o ministério está fazendo a vigilância genômica dos casos e que pode haver necessidade de adoção de medidas mais restritivas em regiões do país:

“Essa vigilância genômica é feita. Nós estamos atentos. De acordo com a situação epidemiológica de cada região, pode ser necessário que se adote uma medida mais restritiva, que fica a cargo da autoridade municipal.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -