- PUBLICIDADE -

Brasil não depende de aval da Argentina para acordo Mercosul-UE

Brasil não depende de aval da Argentina para acordo Mercosul-UE

- PUBLICIDADE -

Um acordo feito na última reunião de chefes de Estado do Mercosul fez com que o Brasil não precise de aval da Argentina.

Um acordo firmado no mês de julho pelos membros do Mercosul permite que o Brasil não dependa da Argentina para colocar em vigor o tratado de livre-comércio acertado com a União Europeia.

A proposta do governo Mauricio Macri permite que, após a assinatura formal do acordo e o aval do Parlamento Europeu, as novas regras tarifárias passem a valer para o país que obtiver aprovação do texto pelo seu Congresso.

Até a decisão tomada na última reunião de chefes de Estado do Mercosul, um acordo comercial negociado pelo bloco econômico só poderia vigorar depois de o texto ter passado pelas casas legislativas de Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, informa o Diário de Pernambuco.

A medida tornou-se um “seguro” para o Brasil diante das chances cada vez maiores de vitória da chapa da oposição, formada pelos esquerdistas Alberto Fernández e a ex-presidente Cristina Kirchner.

Na última segunda-feira (11), o presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que Fernández já deu “sinais” de que pode rever a participação da Argentina no Mercosul e que a relação entre os países deve ser “conflituosa” se ele for eleito.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -