Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Brasil não pode rejeitar vacina com base em sua origem, diz Lewandowski

PF acredita que advogado desacatou Lewandowski no avião
COMPARTILHE

“Estado brasileiro não pode pautar-se por critérios políticos, partidários ou ideológicos”, diz ministro.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, afirmou, nesta terça-feira (24), que “critérios políticos, partidários ou ideológicos” não podem ser utilizados para o Brasil definir a análise de uma vacina contra o coronavírus

Lewandowski rejeitou o pedido para obrigar o governo Jair Bolsonaro a assinar o protocolo de intenções para adquirir a vacina da China, mas atendeu os pleitos dos partidos da oposição para obrigar o governo federal a tornar pública a estratégia de vacinação. 

De acordo com o ministro, a vacinação no Brasil deverá contemplar a “aquisição e distribuição universal de todas as vacinas disponíveis no mercado interno e internacional, comprovadamente eficazes e seguras”. 

Lewandowski declarou: 

“Entendo que o Estado brasileiro não pode pautar-se por critérios políticos, partidários ou ideológicos para escolher ou rejeitar vacinas e respectivos insumos, nem discriminá-las com base apenas em sua origem, e muito menos repudiá-las por razões de caráter subjetivo, não lhe sendo lícito abrir mão de qualquer imunizante que venha a mostrar-se eficaz e seguro contra a covid-19.” 

E acrescentou: 

“Constitui dever incontornável da União considerar o emprego de todas elas no enfrentamento do surto da Covid-19, não podendo ela descartá-las no topo ou em parte, salvo se o fizer – e sempre de forma motivada – com base em evidências científicas sobre a sua eficácia, acurácia, efetividade e segurança.” 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
7 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Erik Anderson
Erik Anderson
1 mês atrás

Parabéns pela atitude do Ministro Lewandowski de não obrigar o governo Bolsonaro a comprar a vacina chinesa. No entanto, esse tipo de situação não deveria se quer ocorrer, pois não cabe ao STF julgar sobre o caso da vacina, quem tem poder absoluto nessa área é o governo federal e somente ele.

Romeu Pereira
Romeu Pereira
1 mês atrás

Então por que tu não toma na bunda seu filha da p*****

Gil Pereira Xavier
Gil Pereira Xavier
1 mês atrás

Incrível !!! Tds Lutando contra o País….Que Declaração Criminosa desse Ministro.

antonio carlos
antonio carlos
1 mês atrás

Então toma…

Fernando Fuhr
Fernando Fuhr
1 mês atrás

Pode e vai rejeitar, seu verme.

CLLS
CLLS
1 mês atrás

Eu, como cidadão, escolho se vou ser vacinado ou não e se for o caso, qual vacina tomar, pelos critérios que eu mesmo definir. O que esse ministreco fala ou deixa de falar para mim é irrelevante.

Paulo Matsuda Guerriero
Paulo Matsuda Guerriero
1 mês atrás

Ok. Eu quero que os 11 ministros do STF sejam vacinados primeiro.

PUBLICIDADE