Português   English   Español

Menos de 10% dos homicídios são solucionados no Brasil

Em números absolutos, não há país no mundo com mais homicídios do que o Brasil.

Segundo o último Atlas da Violência, divulgado em junho, o número chegou a 62.517 pessoas que tiveram suas vidas tiradas em 2016.

Somado à tragédia das mortes propriamente ditas, um outro dado alarmante ajuda a entender como nossa violência não só permanece alta como segue aumentando em muitos estados: a baixíssima taxa de resolução de homicídios por parte das polícias no país, hoje estimada em torno de 5% a 8% nacionalmente, favorece a perpetuação do ciclo criminalidade.

Isso significa que, de cada cem homicídios no país, no máximo oito são apurados até o final, com uma definição do autor e das circunstâncias do crime.

A própria porcentagem, no entanto, é uma estimativa: a tendência é que esses números sejam ainda menores. Quem chegou a 8% no início da década foi o sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, coordenador do Mapa da Violência, outra importante publicação sobre segurança pública no Brasil.

 

Adaptado da fonte Gazeta do Povo

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter