Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

‘Brasil não vai se submeter à tutela politizada’, diz embaixadora na ONU

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Embaixadora do Brasil na ONU critica relatoria de Cuba
COMPARTILHE

Itamaraty criticou a entidade e se negou a aceitar qualquer ato nesse sentido.

Maria Nazareth Farani Azevedo, embaixadora do Brasil na Organização das Nações Unidas (ONU), fez uma crítica explícita, nesta segunda-feira (21), aos mecanismos das Nações Unidas.

“O Brasil não vai se submeter à tutela politizada, disfarçada de um mandato técnico”, disse Maria Nazareth durante discurso na ONU.

O governo Jair Bolsonaro se recusa a aceitar que o Conselho de Direitos Humanos da ONU realize um debate sobre a crise na Amazônia e se opõe a qualquer tipo de investigação internacional contra o país.

Essas propostas tinham sido feitas na semana passada pela relatoria das Nações Unidas.

Ao discursar, a embaixadora garantiu que o Brasil tem “regulações fortes” para a proteção do meio ambiente.

De acordo com a Maria Nazareth, o relator “subestima os esforços do Brasil para dar uma resposta ao desmatamento, adotando regulamentamos ambientais rigorosas”, destaca o portal UOL.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram