Brasil tenta parceria com SpaceX e Boeing para lançar foguetes

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Após o fracasso da parceria firmada com a Ucrânia quinze anos atrás, o governo do Brasil negocia o uso do Centro de Lançamento de Alcântara com empresas norte-americanas, entre elas a SpaceX e a Boeing, para lançamento de foguetes em missões espaciais até 2021.

De acordo com o Ministério da Defesa, a base de lançamento localizada no Estado do Maranhão tem o potencial de gerar 1,5 bilhão de dólares por ano ao país.

A SpaceX é hoje a principal companhia privada dedicada à exploração espacial. A companhia do bilionário Elon Musk deixou o mundo estupefato no dia 6 deste mês após lançar ao espaço o Falcon Heavy, um dos foguetes mais potente da história.

Um parceria com a empresa norte-americana seria extremamente promissora para o Brasil. Afinal, a gigante espacial promete alçar voos ainda mais ambiciosos.

O major-brigadeiro Luiz Fernando Aguiar, presidente da Comissão Coordenadora de Implementação de Sistemas Espaciais da FAB, afirmou:

Ainda não há nenhuma parceira fechada, mas estamos conversando e negociando com várias empresas do setor aeroespacial, incluindo a SpaceX, para o uso da nossa base em Alcântara. Algumas dessas conversas estão bem adiantadas e devemos anunciar a primeira parceria em breve.

Em novembro, os militares da Aeronáutica receberam uma comitiva de executivos de empresas norte-americanas do setor aeroespacial. De acordo com a FAB, havia representantes das companhias Vector Space Systems, Microcosm, Boeing e da gigante da área militar aeroespacial Lockheed Martin.

Segundo o major-brigadeiro Aguiar, os executivos da SpaceX faziam parte do grupo, mas cancelaram a vinda ao Brasil na última hora, pois tiveram que resolver imprevistos relacionados ao lançamento no início do mês do foguete Falcon Heavy.

 

Leia o restante da matéria o site da DefesaNet

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.