Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Brasil permite uso de cloroquina em pacientes com sintomas leves de Covid-19

Brasil permite uso de cloroquina em pacientes com sintomas leves de Covid19
Imagem: Marcos Côrrea/PR
COMPARTILHE

Cloroquina poderá ser usada em pacientes com sintomas leves a partir da confirmação do diagnóstico de Covid-19.

O Conselho Federal de Medicina (CFM) autorizou a utilização de cloroquina e a hidroxicloroquina em pacientes infectados por Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, demonstrando sintomas leves.

De acordo com o CFM, os “médicos poderão optar por seu uso sem que haja sanção por “infração ética”.

O parecer foi apresentado nesta quinta-feira (23) ao presidente da República, Jair Bolsonaro, com a ressalva de que não há estudos científicos que comprovem a eficácia dos medicamentos.

Em um texto de sete páginas, segundo O Globo, o CFM conclui que as drogas poderão ser usadas em três estágios da doença:

  • Pacientes com sintomas leves desde que haja confirmação de infecção pelo coronavírus;
  • Pacientes com sintomas mais significativos que ainda não precisem de cuidados intensivos;
  • Pacientes cujo quadro seja grave.

O presidente do CFM, Mauro Luiz de Britto Ribeiro, explicou que a decisão não é uma “recomendação”:

“O Conselho Federal de Medicina não recomenda o uso da hidroxicloroquina. O que estamos fazendo é dando ao médico brasileiro o direito de, junto com seu paciente, em decisão compartilhada com seu paciente, utilizar essa droga. Uma autorização. Não é recomendação.”

De acordo com Ribeiro, não há “nenhuma evidência científica forte” sobre a eficácia do uso da hidroxicloroquina no tratamento do coronavírus:

“O posicionamento é que não existe nenhuma evidência científica forte que sustente o uso da hidroxicloroquina para o tratamento da covid-19. É uma droga amplamente utilizada para outras doenças, já há 70 anos, mas em relação ao tratamento da covid-19, não existe nenhum ensaio clínico, prospectivo, randomizado, feito por grupos de pesquisadores de respeito, com trabalhos publicados em revistas de ponta, que apontem qualquer tipo de benefício.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE