Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Brasil pode faturar bilhões com uso comercial de Alcântara

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Brasil pode faturar bilhões com uso comercial de Alcântara

“Pode render mais de U$3,5 bilhões por ano, aumentando a renda para a pesquisa espacial brasileira e para a região do centro espacial”, afirmou Bolsonaro através da rede social Twitter.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou que o uso da base de Alcântara deverá trazer mais de US$ 3,5 bilhões para o Brasil.

Na última quarta-feira (10), o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, afirmou que o acordo com os Estados Unidos para utilização da base no Maranhão é imprescindível para que o País entre no mercado global.

Azevedo e Silva afirmou ser necessário que o Brasil siga o caminho de países como Rússia, China e Índia que já assinaram acordos parecidos com o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST).

Para evitar distorções sobre o assunto, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, apresentou alguns adendos importantes:

  • O uso do Centro de Lançamento de Alcântara é somente para fins pacíficos;
  • Os satélites são lançados por veículos lançadores, que podem ser brasileiros, americanos, ou de outros países;
  • Atividades com fins pacíficos. Mísseis estão fora dessa aplicação;
  • O acordo protege a tecnologia americana que estará embarcada nos veículos lançadores ou em satélites;
  • Além do acordo com os EUA será importante assinar acordos semelhantes com outros países.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias