Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Brasil pode sair da OMS, diz Bolsonaro ao criticar entidade

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Bolsonaro anuncia novo protocolo sobre uso da cloroquina
Imagem: Dida Sampaio/Estadão
COMPARTILHE

“Trump cortou a grana deles e eles voltaram atrás de tudo”, diz Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, alertou, nesta sexta-feira (5), que pode tirar o Brasil da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Bolsonaro acusou a entidade de atuar de forma “política”, “partidária” e “ideológica”.

Em conversa com jornalistas na portaria do Palácio da Alvorada, em Brasília, Bolsonaro declarou:

“E eu adianto aqui, os Estados Unidos saiu da OMS, a gente estuda, no futuro… ou a OMS trabalha sem viés ideológico, ou a gente sai de lá também. Não precisamos de gente de lá de fora dando palpite na saúde aqui dentro.”

A declaração de Bolsonaro acontece um dia depois que a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), vinculada à OMS, cobrou uma dívida de US$ 24,2 milhões referente a repasses atrasados do governo para a entidade.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.