Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Brasil pode sair da OMS, diz Bolsonaro ao criticar entidade

Bolsonaro anuncia novo protocolo sobre uso da cloroquina
Imagem: Dida Sampaio/Estadão
COMPARTILHE

“Trump cortou a grana deles e eles voltaram atrás de tudo”, diz Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, alertou, nesta sexta-feira (5), que pode tirar o Brasil da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Bolsonaro acusou a entidade de atuar de forma “política”, “partidária” e “ideológica”.

Em conversa com jornalistas na portaria do Palácio da Alvorada, em Brasília, Bolsonaro declarou:

“E eu adianto aqui, os Estados Unidos saiu da OMS, a gente estuda, no futuro… ou a OMS trabalha sem viés ideológico, ou a gente sai de lá também. Não precisamos de gente de lá de fora dando palpite na saúde aqui dentro.”

A declaração de Bolsonaro acontece um dia depois que a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), vinculada à OMS, cobrou uma dívida de US$ 24,2 milhões referente a repasses atrasados do governo para a entidade.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários