Português   English   Español
Português   English   Español

Brasil poderá concorrer a licitações dos governos europeus

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Brasil poderá concorrer a licitações dos governos europeus

Com o acordo Mercosul-UE, o Brasil poderá concorrer a licitações dos governos europeus — e vice-versa.

O acordo de livre-comércio assinado entre Mercosul e União Europeia prevê que empresas de um dos blocos participem de licitações e de compras governamentais do outro.

De acordo com o novo acordo, empresas europeias poderão participar de licitações no Brasil como se fossem brasileiras e vice-versa.

Na teoria, essa participação já é permitida, mas, na prática, as nações podem criar barreiras para travar os contratos públicos com empresas estrangeiras.

Negociadores brasileiros disseram que, apesar da liberalização para a entrada de europeus no mercado licitatório brasileiro, haverá exceções em áreas consideradas importantes para políticas públicas.

Entraram nessa lista setores de ciência e tecnologia, alguns campos da saúde e de estímulo a pequenas empresas, registra o jornal Folha de S. Paulo.

Essa parte do acordo é considerada uma grande vitória para o Ministério das Relações Exteriores.

Além de possibilitar a entrada das empresas brasileiras no mercado europeu, foi possível conciliar o acordado com as políticas públicas brasileiras de incentivo às pequenas empresas, informa O Antagonista.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Veja também_

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email:

Fique tranquilo(a), assim como você também odiamos spam, você poderá sair quando quiser :)

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Nunca mais seja massa de manobra. Assine!