Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Brasil quer elevar exportação de armamentos para a Índia

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Brasil quer elevar exportação de armamentos para a Índia
Imagem: Reprodução/National Interesst
COMPARTILHE

Índia é o segundo maior importador do mundo de produtos de defesa. Brasil quer explorar este mercado.

Nos próximos cinco anos, o governo Jair Bolsonaro planeja aumentar para US$ 1 bilhão a exportação de armamentos para a Índia.

Marcos Degaut, secretário de produtos de defesa do Ministério da Defesa, disse que o Brasil está na fase final de negociação de dois acordos com a Índia, que serão assinados nos próximos meses pelo ministro da pasta, general Fernando Azevedo e Silva.

Um dos acordos prevê um fundo para financiamento de projetos estratégicos, produção e exportação de produtos resultantes. 

O outro é para cooperação no desenvolvimento e comercialização de equipamentos de defesa.

Em conversa com o jornal Folha, Degaut afirmou:

“A base industrial de defesa do Brasil quer ter acesso ao gigantesco mercado indiano e, por conseguinte, ao mercado asiático, além de formar parcerias estratégicas para desenvolvimento tecnológico, captar investimentos e desenvolver instrumentos de financiamento à exportação.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram