Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Brasil quer libertação ‘imediata’ de presos políticos na Venezuela

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Brasil quer libertação ‘imediata’ de presos políticos na Venezuela

Para o governo do Brasil, a crise venezuelana deve ser monitorada de forma permanente pela ONU.

O governo do presidente Jair Bolsonaro pede que a ditadura de Nicolás Maduro liberte de forma “imediata” todos os prisioneiros políticos, alertando que um processo de transição pacifica deve ocorrer na Venezuela.

O posicionamento é uma reação do Itamaraty diante das conclusões de uma investigação realizada pela Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a aterrorizante situação no vizinho sul-americano.

Nesta quinta-feira (4), o Alto Comissariado das Nações Unidas para Direitos Humanos denunciou o regime Maduro por milhares de execuções sumárias e prisões arbitrárias de centenas de pessoas.

A investigação revela ainda tortura, abusos sexuais, o uso de esquadrões da morte e a manipulação de programas sociais, além de quase 800 presos políticos no país, informa o site UOL.

Ao apresentar seu informe nesta sexta-feira (5) diante dos governos de todo o mundo, a alta comissária da ONU para Direitos Humanos, Michelle Bachelet, voltou a confirmar as suspeitas de que grupos armados estão cometendo assassinatos sob ordens de Maduro.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email