PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Brasil quer mais 6,8 milhões de comprimidos de cloroquina

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Governo não recomenda a autoprescrição do medicamento. Distribuição será feita mediante apresentação de receita médica.

O governo Jair Bolsonaro busca aumentar ainda mais os estoques de cloroquina e hidroxicloroquina em meio à pandemia de coronavírus

O objetivo do Ministério da Saúde é disponibilizar cerca de 6,8 milhões de comprimidos (de 150mg) até no máximo o mês de agosto.

O almoxarifado da pasta já tem disponíveis 1,4 milhão de doses dos medicamentos. 

O restante será produzido pelos laboratórios do Exército Brasileiro e do Laboratório Farmacêutico Federal Farmanguinho a partir de junho. 

Divulgados pelo governo, nesta quarta-feira (20), o novo protocolo para o uso da cloroquina contra o Covid-19 estabelece que são necessários 18 comprimidos por tratamento. 

Mayra Pinheiro, secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, falou¹ sobre o assunto:

“O que o Ministério da Saúde está recomendando não é a autoprescrição do medicamento. É o direito para que todos os brasileiros possam ter acesso à medicação, a partir da avaliação médica, já regulada pelo Conselho [Federal de Medicina].”

Em menos de um mês, o estoque disponível² dos dois medicamentos no Brasil aumentou 30%.

O volume era de 8,9 milhões de comprimidos no fim de março. Na segunda semana de abril já passava de 11,6 milhões

A atuação das Forças Armadas foi a principal responsável por este crescimento: 1,25 milhão de comprimidos foram produzidos³ pelo Exército no período.

Referências: [1][2][3]
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.