Português   English   Español
Português   English   Español

Brasil reconhece indicada de Guaidó como embaixadora da Venezuela

Brasil reconhece indicada de Guaidó como embaixadora da Venezuela
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O convite a Belandria poderia ser visto como uma “provocação desnecessária” ao regime chavista.

O governo federal incluiu a representante do presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, em evento na cidade de Brasília nesta terça-feira (4).

A cerimônia de entrega das cartas credenciais de embaixadores ao presidente da República, Jair Bolsonaro, ocorreu no Palácio do Planalto.

A diplomata venezuelana é María Teresa Belandria Expósito. Ela foi a primeira a participar da cerimônia. O documento é ato que reconhece e marca o início das atividades de embaixadores no Brasil.

Nomes do alto escalão do governo haviam sugerido a Bolsonaro a exclusão da professora Belandria do evento, que abrange embaixadores de outros sete países: México, Colômbia, Paraguai, Arábia Saudita, Peru, Guiné e Indonésia.

Uma parte da ala militar avalia que a insurreição liderada por Guaidó em 30 de abril não foi bem-sucedida e enfraqueceu sua posição perante o ditador Nicolás Maduro. O convite a Belandria poderia ser visto como uma “provocação desnecessária” ao regime chavista.

Apesar de rumores sobre uma possível retirada do convite, o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, negou que a diplomata tenha sido desconvidada e reafirmou que o governo do Brasil segue reconhecendo Guaidó como presidente legítimo da Venezuela.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...