Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Brasil seguirá princípios de inteligência artificial da OCDE

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Brasil seguirá princípios de inteligência artificial da OCDE

As regras tiveram apoio de vários países além dos membros da OCDE, como Argentina, Colômbia, Costa Rica, Peru e Romênia.

Brasil aderiu nesta quarta-feira (22) a um documento da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), que estabelece princípios para o uso responsável de inteligência artificial.

Os princípios da OCDE afirmam que a inteligência artificial deve beneficiar as pessoas e o planeta, trazendo crescimento inclusivo e desenvolvimento sustentável.

Além disso, os sistemas devem respeitar regras de direitos humanos, de valores democráticos e diversidade, e devem permitir intervenção humana quando necessário.

A OCDE esclarece que as regras adotadas são práticas e flexíveis, o que garante que elas não vão perder a validade ao longo dos anos, informa o Estadão.

Nesta quinta-feira (23), a Casa Branca cumpriu a promessa feita pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ao brasileiro, Jair Bolsonaro, de apoiar a candidatura do Brasil à OCDE, como noticiou a RENOVA.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email