Brasil tem apenas 35 fiscais de barragem de mineração

Idiomas:

Português   English   Español
Brasil tem apenas 35 fiscais de barragem de mineração
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Brasil não tem estrutura para garantir a segurança de todas as barragens em operação em seu vasto território.

Responsável pela fiscalização das barragens, a Agência Nacional de Mineração (ANM) tem apenas 35 fiscais capacitados para atuar nas 790 barragens de rejeitos de minérios em todo o Brasil.

O rompimento de uma barragem deste tipo, em Brumadinho, na última sexta-feira (25), causou uma tragédia que já ceifou a vida de pelo menos 84 pessoas.

O governo federal usa só laudos produzidos pelas próprias mineradoras ou por auditorias contratadas. São elas que atestam a segurança das suas estruturas, informa o “UOL“.

A autorregulamentação é definido na Lei Federal 12.334, de 2010, e é adotado também em outros países. São previstos dois tipos de inspeção:

  • Inspeção Regular: feita pela própria empresa.
  • Inspeção Especial: realizada por equipe multidisciplinar contratada pela empresa, de acordo com orientações da ANM.

As raras fiscalizações nos locais das barragens são feitas quando há discrepância grave nos documentos apresentados pelas empresas à agência ou seguindo rodízio esporádico dos técnicos.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque