Português   English   Español

Brasil tem uma das maiores ‘mortalidades’ de empresas do mundo

Brasil tem uma das maiores ‘mortalidades’ de empresas do mundo

Segundo o IBGE, a cada dez empresas abertas no Brasil, seis não conseguem sobreviver após cinco anos.

A maioria dos brasileiros que abrem uma empresa, fecham as portas em menos de um ano, conforme dados do Sebrae.

A inexperiência dos gestores e a ausência de capital de giro são os principais motivos para as falências, o que faz do Brasil um dos líderes mundiais em mortandade de empresas.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de cada dez empresas abertas no Brasil, seis não sobrevivem após cinco anos. Em 2014, apenas 52,5% dos negócios abertos em 2011, o correspondente a 347 mil de um total de 661 mil estabelecimentos, tinham sobrevivido. Dois anos depois, essa parcela era ainda menor: somente 38% ou 251 mil das firmas abertas cinco anos antes ainda estavam ativas.

Pesquisa divulgada nesta quarta (4) pelo IBGE mostra que em 2016, 70,8 mil empresas fecharam suas portas. Ao todos eram 4,5 milhões de empresas que empregavam 38,5 milhões de pessoas, desses 32 milhões são assalariados e 6,5 milhões de proprietários ou sócios.

 

Adaptado da fonte Diário do Poder
Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Assine nossa newsletter...

Inscreva seu e-mail para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Fique tranquilo(a), assim como você, odiamos spam :) Você poderá remover seu e-mail a qualquer momento.

Deixe seu comentário...

Veja também...