Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Brasil vai mapear genoma de 100 mil cidadãos

REDAÇÃO RENOVA Mídia

REDAÇÃO RENOVA Mídia

Brasil vai mapear genoma de 100 mil cidadãos
COMPARTILHE

“Estamos efetivamente focados em buscar o mapeamento do DNA de 100 mil brasileiros”, diz Pazuello.

O governo federal lançou, nesta quarta-feira (14), no Palácio do Planalto, em Brasília, o Programa Nacional de Genômica e Saúde de Precisão, batizado de “Genomas Brasil”. 

A cerimônia contou com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, e do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, além de diversas outras autoridades. 

O principal objetivo do programa é a criação de um banco de dados nacional com 100 mil genomas completos de brasileiros, permitindo compreender a relação entre genes e doenças. 

O projeto vai sequenciar genes de portadores de doenças raras, cardíacas, câncer e infectocontagiosas, como o coronavírus, permitindo a antecipação do diagnóstico de doenças antes mesmo do aparecimento de sintomas.

O ministro da Saúde disse que o Brasil está atrasado na corrida internacional pelo sequenciamento do genoma humano:

“Precisamos correr atrás do prejuízo. Estamos efetivamente focados em buscar o mapeamento do DNA de 100 mil brasileiros em quatro anos. Isso vai nos dar capacidade de medicina de precisão.” 

Pazuello destacou que o programa deverá estruturar a posição no Brasil no setor:

“Pra deixar claro, nós precisamos dar o remédio certo, na dose certa, para aquela pessoa em que o remédio vai fazer efeito. Se não, nós não vamos estar fazendo a saúde que brasileiro merece em 2020 e 2021.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram