Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Brasil vira referência internacional em transferência de renda

REDAÇÃO RENOVA Mídia

REDAÇÃO RENOVA Mídia

Acompanhe situação do pedido do auxílio emergencial de R$ 600
COMPARTILHE

Auxílio Emergencial proposto pelo governo Bolsonaro é exemplo de transferência de renda do mundo.

O Brasil foi um dos países convidados para reunião anual do Banco Mundial. O evento foi realizado nesta quinta-feira (15).

O secretário-executivo do Ministério da Cidadania, Antônio José Barreto, foi escolhido para representar o governo Jair Bolsonaro e apresentar as políticas públicas desenvolvidas pelo país para minimizar os efeitos da pandemia de coronavírus

“No encontro, o Auxílio Emergencial foi considerado um dos melhores e mais efetivos programas de transferência de renda do mundo”, diz o Ministério da Cidadania em mensagem publicada no Twitter.

O auxílio emergencial é apontado como responsável por reduzir a pobreza no Brasil em 23,7%

Mais de 15 milhões de cidadãos saíram da linha da pobreza, ou seja, tiveram renda domiciliar per capita maior que meio salário mínimo — R$ 522,50

Além disso, o benefício foi capaz de evitar que 23,5 milhões de cidadãos entrassem nessa condição.

Os dados da PNAD Covid-19 do IBGE indicam que o valor médio do Auxílio Emergencial por domicílio foi aumentando mês a mês e chegou a R$ 901 por residência em agosto. 

O Brasil se destaca como um dos países que implantou medidas de apoio a trabalhadores informais, de crescimento horizontal (mais beneficiários) e vertical (aumentando o valor do benefício) de programas sociais de transferência de renda.

O governo brasileiro analisou mais de 153 milhões de cadastros, o que representa 72,5% da população. 

O investimento do Governo Federal para contemplar os 67,8 milhões de elegíveis é superior a R$ 223 bilhões.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram