Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Brasil zera fila para tratamentos de hepatites virais

Brasil zera fila para tratamentos de hepatites virais
COMPARTILHE

Hepatite C é transmitida por sangue contaminado, sexo desprotegido e compartilhamento de objetos cortantes.

O Ministério da Saúde anunciou, na última terça-feira (28), que zerou a fila para tratamentos de hepatites virais e se comprometeu com a eliminação da doença do Brasil até 2030. 

Nos últimos 20 anos, 673.389 pessoas foram diagnosticadas com hepatites virais e, entre 2000 e 2018, 74.864 óbitos pela doença foram registrados, informa o jornal Correio Braziliense.

O objetivo da eliminação da doença consiste na redução de 90% dos casos e na diminuição de 65% das mortalidades relacionadas às hepatites. 

Além do anúncio positivo sobre o término da fila, o governo Jair Bolsonaro também garantiu a realização de um pregão para aquisição de mais de 50 mil tratamentos para hepatite C.

“Essa medida garante o abastecimento do SUS até 2021. E também há estoque de medicamentos para hepatite B suficiente para abastecer até o primeiro trimestre do ano que vem”, explicou Arnaldo Correia, secretário de Vigilância em Saúde do Ministério, de acordo com a Secom.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários