- PUBLICIDADE -

Brasileiro votou no projeto antiaborto, diz Damares

Damares Alves nega mais 166 pedidos de anistia

“Nosso país é soberano”, afirma a ministra dos Direitos Humanos.

- PUBLICIDADE -

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, recebeu, nesta segunda-feira (26), uma homenagem da Assembleia Legislativa, em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

Após o evento, Damares comentou sobre a Declaração de Genebra, que foi assinada pelo Brasil e outros países contra políticas que preveem o acesso ao aborto

Em entrevista coletiva, ao ser questionada sobre a decisão, Damares declarou:

“Não existe nenhum ato legal internacional […] que nos obriga a legalizar o aborto.”

A ministra acrescentou:

“Brasil fica tranquilo na ONU porque ninguém se mete na soberania nacional.”

Em mensagem no Twitter, ao comentar uma reportagem sobre o assunto, Damares acrescentou:

“O eleitor brasileiro votou no projeto conservador da vida e antiaborto. Nosso país é soberano.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -