PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

‘Breaking Bad’ da vida real nos Estados Unidos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O caso ainda está sendo investigado. Se forem considerados culpados, os professores podem pegar uma pena de 20 anos de prisão.

Dois professores de química foram presos em Arkansas, nos Estados Unidos, na última sexta-feira (15). Eles são acusados de vender metanfetamina a estudantes. 

Terry David Bateman, de 45 anos, e Bradley Allen Rowland, de 40, foram acusados de usar o laboratório de química na Henderson State University, onde eram professores associados, para fabricar a droga.

Os dois foram descobertos após um funcionário da universidade reclamar de um forte odor que vinha do laboratório de ciências. 

O prédio foi fechado no início do mês passado, mas reaberto no dia 29 de outubro, logo após uma empresa inspecionar, limpar e ventilar o local. 

O caso vem sendo chamado pela imprensa norte-americana como “Breaking Bad da vida real”, em alusão à série onde o professor Walter White muda de vida vendendo drogas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.