PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Britânico é condenado por queimar antena 5G

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O cidadão, que tem três filhos, tinha 29 condenações prévias que incluem agressão e porte de arma de fogo.

Michael Whitty, um cidadão britânico de 47 anos, foi condenado a três anos de prisão por atear fogo em uma antena de internet 5G.

Whitty é adepto de uma teoria que aponta que a tecnologia 5G é responsável pela pandemia de coronavírus.

De acordo¹ com esta teoria, os sintomas da Covid-19 foram provocados pela radiação eletromagnética e não por um vírus.

Com isso em mente, ele incendiou um repetidor da empresa Vodafone em Kirkby, noroeste do Reino Unido.

Whitty se declarou culpado do ataque, que oif executado em abril, antes de ser condenado por um tribunal de Liverpool.

Ao examinar² o smartphone de Whitty, a polícia encontrou pesquisas sobre 5G e vídeos de outras antenas de telefonia na região de Liverpool. 

Referências: [1][2]
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.