Cabo Daciolo reclama das estátuas da Havan

Idiomas:

Português   English   Español
Cabo Daciolo e estátua da liberdade da Havan
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Deputado federal pelo Patriota afirmou que “está repreendido” a reprodução da estátua em “todo território nacional” e citou condição que envolve os Estados Unidos para utilização da escultura.

Candidato à presidência da República, o deputado federal Cabo Daciolo (Patriota) surpreendeu seus seguidores com mais uma mais promessa inusitada de campanha.

O presidenciável teceu uma crítica às estátuas da liberdade que enfeitam as lojas de departamento Havan e, sem citar o nome da empresa, afirmou que em seu governo o tamanho máximo permitido para o objeto será de dois metros. Haverá, no entanto, também outra hipótese de as estátuas serem liberadas.

“Começaram a botar isso aqui em nosso país. Vai ter que sair uma por uma. Cada uma que colocarem na nação brasileira terá que colocarem também nos Estados Unidos. Tirem da nação, está repreendido!”, afirmou o parlamentar, que é religioso e conhecido por seu linguajar neopentecostal.

Até a publicação desta matéria, a Havan não havia se manifestado sobre a promessa.

Adaptado da fonte Boletim da Liberdade

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque